Recent Changes

Thursday, November 3

Friday, April 9

  1. page Proximidade edited ... São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses,…
    ...
    São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses, posturas, movimentos descontraídos, utilização de gestos e sorrisos, sinais vocais e entoação, direcção do olhar, contacto ocular durante as interacções.
    São exemplos de comportamentos verbais de proximidade: utilização de pronomes pessoais, utilização do humor e de elogios, utilização de uma linguagem inclusiva, chamar os outros pelo nome próprio.
    {rosto.jpg} Fig. 1 - Expressões faciais (retirado de www.funtastico.com.br/.../ 2010/01/rosto.jpg em 09 de Abril de 2010)
    Ao transpor estas comportamentos para a educação online percebemos a dificuldade dos mesmos acontecerem, criando-se outro conceito que focaremos de seguida.
    Ao conjunto de pistas comunicativas em canais mediados dá-se o nome de Proximidade Mediada, podendo esta formar as percepções de proximidade psicológica entre os sujeitos que interactuam. Desta forma, podem gerar-se comportamentos que contribuem para a diminuição da distância psicológica e social.
    (view changes)
    1:26 am
  2. page Proximidade edited ... São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses,…
    ...
    São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses, posturas, movimentos descontraídos, utilização de gestos e sorrisos, sinais vocais e entoação, direcção do olhar, contacto ocular durante as interacções.
    São exemplos de comportamentos verbais de proximidade: utilização de pronomes pessoais, utilização do humor e de elogios, utilização de uma linguagem inclusiva, chamar os outros pelo nome próprio.
    {rosto.jpg}
    Ao transpor estas comportamentos para a educação online percebemos a dificuldade dos mesmos acontecerem, criando-se outro conceito que focaremos de seguida.
    Ao conjunto de pistas comunicativas em canais mediados dá-se o nome de Proximidade Mediada, podendo esta formar as percepções de proximidade psicológica entre os sujeitos que interactuam. Desta forma, podem gerar-se comportamentos que contribuem para a diminuição da distância psicológica e social.
    (view changes)
    1:24 am
  3. file rosto.jpg uploaded
    1:23 am
  4. page Proximidade edited ... São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses,…
    ...
    São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses, posturas, movimentos descontraídos, utilização de gestos e sorrisos, sinais vocais e entoação, direcção do olhar, contacto ocular durante as interacções.
    São exemplos de comportamentos verbais de proximidade: utilização de pronomes pessoais, utilização do humor e de elogios, utilização de uma linguagem inclusiva, chamar os outros pelo nome próprio.
    Ao transpor estas comportamentos para a educação online percebemos a dificuldade dos mesmos acontecerem, criando-se outro conceito que focaremos de seguida.
    Ao conjunto de pistas comunicativas em canais mediados dá-se o nome de Proximidade Mediada, podendo esta formar as percepções de proximidade psicológica entre os sujeitos que interactuam. Desta forma, podem gerar-se comportamentos que contribuem para a diminuição da distância psicológica e social.
    Bickmore & Picard (2005) sugerem o aprofundamento recíproco de auto-revelação, o humor, falar sobre passado e futuro e comportamentos de continuidade que unem tempos de separação.
    (view changes)
    1:22 am
  5. page Presença Social edited Presença Social A problemática da comunicação em educação online suscita interesse e pertinênca e…
    Presença Social
    A problemática da comunicação em educação online suscita interesse e pertinênca em perceber como se processa de forma a gerar uma aprendizagem significativa, satisfatória quer para alunos quer para professores e outros agentes educativos. O conceito de presença social surge assim, com base em vários estudos e autores, pensando neste tipo de comunicação, mais nos seus aspectos relacionais e menos nas características das ferramentas.
    O suporte do ensino-aprendizagem está nas relações interpessoais e educacionais, e nas interacções e transacções entre sujeitos e estes e os “objectos”.
    Short (1976), bem como outros autores, basearam-se na teoria da Presença Social, onde se confronta a ideia de que esta é determinada pelas propriedades dos media com a ideia que estes, só por si, não constituem factor determinante para o grau de presença social em contexto online, pois está mais relacionada com as percepções, comportamentos e atitudes dos indivíduos na interacção mediada, por Gunawardena (1995). Este autor revela ainda a importância da consciência do outro, dando mais importância a uma perspectiva relacional dos media do que às suas características. Assim, professores e mediadores devem ser competentes nas interacções específicas dos media, criando sentido de presença social.
    ...
    Partindo de um momento inicial da comunicação, que se quer aberta e interactiva, parte-se para a troca de informações com fim académico (discurso), de forma satisfatória para ambos, professor e alunos. A coesão aumenta ao longo do tempo, criando-se camaradagem, onde existe já conforto e confiança.
    A comunidade de aprendizagem é criada, surgindo daqui a importância do software social, que existe para suportar esta educação online, para suportar os grupos (“sala de aula virtual”, com fóruns e períodos bem definidos, onde se dá a aprendizagem e acreditação formal), as redes (“comunidades virtuais de prática”, utilizando o correio electrónico e blogues, em tempo real ou em assincronia curta, para geração/produção de conhecimento) e os colectivos (sabedoria das multidões, de forma assíncrona a longo prazo, em espaço como o My Space, para extracção de conhecimento). Sobre estas ferramentas, Anderson (2008) referiu o Software Social Educacional como uma rede de ferramentas, considerando-a como constituída por Ambientes Pessoais de Aprendizagem (APA), onde indivíduos aprendem com outros, controlam o seu tempo, espaço, presença social, actividade, identidade e relacionamentos.
    Ao reflectir sobre esta problemática, constatamos que estamos perante uma era em que as ferramentas de comunicação já existem e estão disponíveis a todos, sendo necessário ter em conta as relações interpessoais e entre participantes e as ferramentas disponíveis. Os alunos de hoje pertencem às redes e colectivos, e a educação tem todas as possibilidades para criar grupos eficazes de prática educativa e pedagógica. A comunicação mediatizada por computador é já uma realidade e as relações interpessoais existem em contexto informal, que com a sua mais completa compreensão, pode e deve ser utilizada em contextos formais de educação.
    [[#_ftnref1|[1]]] Retirado de Quintas-Mendes, A.; Morgado, L. & Amante, L. (2010) – Comunicação Mediatizada por Computador e Educação Online: da Distância à Proximidade. In: Marco Silva; Lucila Pesce & Antônio Zuin - Educação online: cenário, formação e questõesdidático-metodológicas, Editora WAK, Rio de Janeiro,Brasil
    (view changes)
    1:16 am
  6. page Proximidade edited Presença SocialProximidade Proximidade Em educação online, como em toda a forma de educar, im…

    Presença SocialProximidadeProximidade
    Em educação online, como em toda a forma de educar, importa perceber quais os apectos a ter em conta para que a aprendizagem significativa aconteça. Nasce, desta forma, a necessidade de a tornar satisfatória para quem aprende e para quem ensina. O processo de ensino-aprendiagem inclui,senão na sua maioria, relações interpessoais. Como tal, vamos aqui debruçar-nos sobre o conceito de proximidade com base nos estudos realizados por vários autores.
    A proximidade em relações interpessoais é influenciada por cada um dos indivíduos, o seu rosto e expressões faciais, o olhar, o sorriso, a postura do corpo, a posição no espaço, os gestos, a voz e a sua entoação. O olhar é visto por muitos autores como importante para o estabelecimento de proximidade, intimidade e confiança.
    ...
    Apesar de todos os estudos e categorizações, considera-se que os sujeitos fazem uma procura constante e activa de formas de ligação social que vão para além das pistas mencionadas. Algumas têm impacto pré-consciente, fisiológico e corpóreo. A ligação (mais físico) e o conhecimento mútuo (mais reflexivo) complementam-se mas acontecem em tempos distintos, continuamente.
    Nardi (2002) referiu a existência das Zonas de Comunicação, onde a conexão permanece activa constantemente. A transposição do físico para o reflexivo é fundamental, segundo o autor, para a compreensão da comunicação mediatizada. Com esta compreensão, os comportamentos de proximidade podem ser mais facilmente criados gerando efeitos positivos na qualidade das relações nos diferentes planos (afectivo, motivacional e académico).
    ...
    Presença Social apresentado
    apresentado
    noutra página
    Retirado de Quintas-Mendes, A.; Morgado, L. & Amante, L. (2010) – Comunicação Mediatizada por Computador e Educação Online: da Distância à Proximidade. In: Marco Silva; Lucila Pesce & Antônio Zuin - Educação online: cenário, formação e questõesdidático-metodológicas, Editora WAK, Rio de Janeiro,Brasil
    (view changes)
    1:04 am
  7. page Proximidade edited Proximidade Presença SocialProximidade Em educação online, como em toda a forma de educar, imp…

    ProximidadePresença SocialProximidade
    Em educação online, como em toda a forma de educar, importa perceber quais os apectos a ter em conta para que a aprendizagem significativa aconteça. Nasce, desta forma, a necessidade de a tornar satisfatória para quem aprende e para quem ensina. O processo de ensino-aprendiagem inclui,senão na sua maioria, relações interpessoais. Como tal, vamos aqui debruçar-nos sobre o conceito de proximidade com base nos estudos realizados por vários autores.

    A proximidade em relações interpessoais é influenciada por cada um dos indivíduos, o seu rosto e expressões faciais, o olhar, o sorriso, a postura do corpo, a posição no espaço, os gestos, a voz e a sua entoação. O olhar é visto por muitos autores como importante para o estabelecimento de proximidade, intimidade e confiança.
    ...
    a afiliação. São comportamentos que geram oportunidades quase espontânea de aproximação dos participantes, sentido-se ligados entre si.
    São exemplos de comportamentos não verbais de proximidade: redução da distância física, poses, posturas, movimentos descontraídos, utilização de gestos e sorrisos, sinais vocais e entoação, direcção do olhar, contacto ocular durante as interacções.
    São exemplos de comportamentos verbais de proximidade: utilização de pronomes pessoais, utilização do humor e de elogios, utilização de uma linguagem inclusiva, chamar os outros pelo nome próprio.
    ...
    Apesar de todos os estudos e categorizações, considera-se que os sujeitos fazem uma procura constante e activa de formas de ligação social que vão para além das pistas mencionadas. Algumas têm impacto pré-consciente, fisiológico e corpóreo. A ligação (mais físico) e o conhecimento mútuo (mais reflexivo) complementam-se mas acontecem em tempos distintos, continuamente.
    Nardi (2002) referiu a existência das Zonas de Comunicação, onde a conexão permanece activa constantemente. A transposição do físico para o reflexivo é fundamental, segundo o autor, para a compreensão da comunicação mediatizada. Com esta compreensão, os comportamentos de proximidade podem ser mais facilmente criados gerando efeitos positivos na qualidade das relações nos diferentes planos (afectivo, motivacional e académico).
    Pelas várias teorias/conceitos sucintamente apresentados percebemos que a proximidade é crucial para as relações interpessoais, de forma positiva, possibilitando gerar experiências significativas no processo de ensino-apendizagem. Em ambiente online, a distância, tona-se essencial que todos os participantes percebam esta relação e a zona em que acontece. Com o conceito de Presença Social apresentado noutra página desta wiki é mais fácil esta compreensão.
    Retirado de Quintas-Mendes, A.; Morgado, L. & Amante, L. (2010) – Comunicação Mediatizada por Computador e Educação Online: da Distância à Proximidade. In: Marco Silva; Lucila Pesce & Antônio Zuin - Educação online: cenário, formação e questõesdidático-metodológicas, Editora WAK, Rio de Janeiro,Brasil
    (view changes)
    1:03 am

Thursday, April 8

  1. page space.menu edited home Proximidade Presença Social Curiosidades Websites escolas eTwinning EaD Proximidad…

    home
    Proximidade
    Presença Social

    Curiosidades
    Websites escolas
    eTwinning
    EaD
    Proximidade
    Presença Social

    (view changes)
    4:28 pm
  2. page space.menu edited ... eTwinning EaD Proximidade Presença Social
    ...
    eTwinning
    EaD
    Proximidade
    Presença Social

    (view changes)
    4:23 pm

More